Sofia Ribeiro desafia Comissário a juntar-se à posição do Parlamento Europeu

A Eurodeputada Sofia Ribeiro, responsável pela posição da Comissão de Agricultura do Parlamento Europeu sobre o Quadro Financeiro Plurianual pós-2020, desafiou o Comissário dos Orçamentos da Comissão Europeia, Günther Oettinger, a desistir dos cortes nos fundos para a Agricultura e da Coesão, juntando-se assim à posição do Parlamento Europeu, de modo a que, em conjunto, consigam convencer o Conselho da importância dos mesmos. O debate sobre o Quadro Financeiro Plurianual pós-2020 decorreu esta terça-feira, 13 de março, no âmbito da sessão plenária em Estrasburgo, tendo a Deputada defendido inclusivamente um aumento do envelope financeiro da Política Agrícola Comum (PAC) e do POSEI, essencial para os Açores, bem como o restabelecimento do POSEI Pescas.

Numa intervenção pragmática, Sofia Ribeiro reforçou, junto do Comissário a posição do Parlamento Europeu sobre o financiamento pós-2020, tendo defendido ser "clara a posição dos deputados da agricultura e dos orçamentos no aumento ou pelo menos a manutenção ao seu nível atual do envelope financeiro da PAC, de modo a que esta continue a ser um dos grandes pilares do projeto europeu, sem cofinanciamentos nacionais no primeiro pilar e sem quaisquer tentativas de renacionalização da mesma”.

“É clara a posição do Parlamento Europeu no aumento do envelope financeiro do programa POSEI, que garante a sustentabilidade da produção agrícola nas Regiões Ultraperiféricas e que necessita de ser reforçado a fim de dar resposta aos enormes desafios que se lhes colocame é também clara a necessidade de voltarmos a ter um POSEI-PESCAS autónomo e independente do FEAMP", realçou. Recorde-se que recentemente, numa iniciativa liderada por Sofia Ribeiro, a Comissão dos Orçamentos aprovou uma proposta sua de restabelecimento do POSEI Pescas.

Apesar destes sinais em quase uníssono do Parlamento Europeu, Sofia Ribeiro afirmou que o Comissário Oettinger “continua a acenar com cortes nos fundos europeus para a agricultura”. “Os agricultores europeus sofrem desde 2014 com as decisões diplomáticas da Comissão que resultaram num embargo russo aos nossos produtos agrícolas − e agora a Comissão quer voltar a penalizá-los. Oiça o Parlamento Europeu e junte-se a nós para convencermos o Conselho”, desafiou Sofia Ribeiro.

No dia seguinte, 14 de março, a Eurodeputada via o Parlamento Europeu aprovar o documento que expressa a posição desta instituição quanto ao Quadro Financeiro Plurianual pós-2020 e que inclui a posição de Sofia Ribeiro.